Blog

Imagem

24/06/2021

15 MUSEUS PARA VISITAR SEM SAIR DE CASA

Com a velocidade com que a tecnologia tem avançado, praticamente todos os setores têm visto a necessidade de se reinventarem para continuar atraindo o público. É necessário que adaptem a forma como se comunicam com as pessoas, que agora buscam mais experiências virtuais para que possam ter praticidade ao realizar qualquer atividade.

Para os museus isso não foi diferente, e vários já têm se adaptado a este cenário. Eles são emissores de conhecimento e, por isso, é fundamental que saibam se comunicar de forma eficaz com o público, para que a mensagem seja transmitida da melhor maneira possível. Neste sentido, é fundamental que haja aproximação entre acervo e espectador. Isso, além de ampliar a disseminação de informação por parte do museu, ainda faz com que o usuário se envolva muito mais, pois poderá acessar aquelas informações de forma remota.

Pensando nisso, museus e galerias ao redor do mundo todo já têm oferecido ao público a opção de conhecer seus acervos (ou parte deles) sem sair de casa.

Separamos 15 tours virtuais que você pode fazer para conhecer mais sobre arte, história, arquitetura, moda e muito mais:

 

1. MUSEU DE ARTE MODERNA DE SÃO PAULO. São Paulo, Brasil

A coleção do MAM abrange mais de 5 mil obras produzidas pelos nomes mais representativos da arte moderna e contemporânea, principalmente brasileira.

Através do site é possível visitar algumas exibições do museu nos últimos anos, além de ser possível acessar mais de 200 de suas obras através do Google Arts & Culture.

 

2. LOUVRE. Paris, França

O Museu do Louvre é muito mais do que a casa da Mona Lisa. No site é possível fazer um tour online por algumas de suas exibições, como se o visitante estivesse andando pelo museu.

Além disso, o Louvre tem toda sua coleção catalogada e dividida em categorias (Pinturas; Esculturas; Mobília; Têxteis; Joias e adornos; Escrita e inscrições; e Objetos) ou em temas, como “Masterpieces of The Louvre”, “Major Events in History” e “Kings, Queens and Emperors”.

Vale a pena explorar o site e conhecer mais sobre o museu, suas obras e a história por trás delas.

 

3. BRITISH MUSEUM. Londres, Reino Unido

Através do projeto “Museum of the World” é possível ver, de forma virtual, diversas exibições do British Museum.

O site foi projetado para que o visitante possa ter uma experiência semelhante à que teria se estivesse presencialmente: as obras são separadas de acordo com o continente de origem e o usuário explora o site através de uma linha do tempo. Conforme caminha com o cursor, é possível ver uma prévia de diversos artigos e, caso haja interesse, conferir uma ficha mais completa sobre ele.

É possível ainda filtrar se deseja explorar artigos de alguma das categorias: “Art and design”, “Living and dying”; “Power and identity”; “Religion and belief”; e “Trade and conflict”.

 

4. RIJKSMUSEUM. Amsterdã, Holanda

O Rijksmuseum, famoso por ser lar de diversas obras de Rembrandt e Vermeer, permite que o visitante explore as obras através de diversas categorias. O site divide seu acervo por artista, tema, estilo, pessoas históricas e até mesmo pelo período da história holandesa.

O visitante pode até mesmo criar um estúdio virtual próprio, selecionando suas obras preferidas.

 

5. THE DALÍ THEATER MUSEUM. Figueres, Espanha

O prédio que abriga o museu foi projetado pelo próprio Dalí, e através do site é possível ver, através de um passeio virtual, não apenas sua arquitetura, mas também todas as obras que ele abriga.

O visitante sente como se estivesse no ambiente e pode, através da visita, conhecer mais detalhe das diversas obras do museu.

 

6. MUSEU THYSSEN-BORNEMISZA. Madrid, Espanha

O museu, nomeado em homenagem ao colecionador Barão Hans Heinrich Thyssen-Bornemisza, oferece visitas virtuais tanto de coleções permanentes, quanto de exibições temporárias.

Além de ser possível fazer um tour online através da navegação em web, o site oferece a experiência através de óculos de realidade virtual, para que o visitante se sinta no museu sem precisar sair de casa.

É possível ainda explorar as pelas através de tours temáticos, sobre moda, joias, vinho e outros.

 

7. MUSEU CALOUSTE GULBENKIAN. Lisboa, Portugal

A coleção do Museu integra um acervo de cerca de 6.000 peças reunidas por Calouste Sarkis Gulbenkian e é uma das maiores – e melhores – coleções privadas do mundo.

Através do site é possível fazer uma visita virtual nas galerias do Museu Calouste Gulbenkian e do Centro de Arte Moderna. O Museu tem ainda uma parceria com o Google Arts & Culture, onde disponibiliza algumas obras da sua coleção.

 

 8. THE STATE HERMITAGE MUSEUM. São Petersburgo, Rússia

O Hermitage Museum é o segundo maior museu do mundo e, só por esse fato, já é impossível visitá-lo inteiro em uma só visita. Por isso, há duas formas de visitar o acervo virtualmente: a primeira delas é através do guia do Google Art Project, que permite que visitantes façam um tour virtual como se estivessem no museu de forma presencial, caminhando em seus corredores. Outra forma é através do site do próprio museu, que permite o acesso a uma ampla variedade de peças, como joias, obras de arte, esculturas e ovos Fabergé.

 

9. MUSEUM OF MODERN ART. Nova York, EUA.

O MoMA abriga quase 200,000 obras de artes moderna e contemporânea, e mais de 90.000 delas estão disponíveis online.

O site permite que o usuário explore as obras através de diversas categorias: arquitetura, áudio, design, desenho, design gráfico, pinturas, veículos, entre outros.

 

10. NATIONAL MUSEUM. Nova Delhi, Índia

O National Museum tem diversas exibições online que contam a história de algumas peças do acervo e permitem que o visitante veja detalhes da obra. Há ainda uma opção de tour online, em que o usuário caminha pelo museu através de uma ferramenta do Google’s Street View, como se estivesse lá pessoalmente.

 

11. NATIONAL MUSEUM OF MODERN AND CONTEMPORARY ART. Seoul, Coreia do Sul

Este museu está repleto de obras incríveis e é possível visitá-las de forma virtual através do Google’s Street View, ou ainda que acesse as exibições online ou explore os álbuns separados em coleções.

 

12. UFFIZI GALERY. Florença, Itália.

A Uffizi é lar de diversos tesouros da Renascença Italiana, colecionados pela família Medici. Além de inúmeras importantes obras, a galeria abriga ainda O Nascimento da Vênus e Primavera Sandro Botticelli.

Há algumas exibições online disponíveis e diversas obras listadas em coleções.

 

13. MUSEUS DO VATICANO. Cidade do Vaticano

As artes presentes nos Museus do Vaticano são de valor inestimável que contam histórias sobre a ascensão e a queda do Império Romano, a história da Igreja Católica e o nascimento do Renascimento.

Através do tour online é possível visitar os museus, inclusive a Capela Sistina, e conferir todas as principais obras.

 

14. METROPOLITAN MUSEUM OF ART. Nova York, EUA

O MET é um o maior museu dos Estados Unidos e tem um acervo online de mais de 200.000 peças. Além disso, o site disponibiliza 6 vídeos de um tour 360 pelo museu, que faz com que o usuário se sinta no local.

 

15. THE BELVEDERE PALACE. Viena, Áustria

Um dos locais mais visitados da Áustria, o Belvedere guarda a maior coleção de pinturas de Gustav Klimt, inclusive da famosa obra “O Beijo”.

Através do Google Arts & Culture, é possível ter acesso a alguns itens no museu, além de poder fazer um tour virtual pelas principais salas do Palácio.

 - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

 Na FAARO, apoiamos museus a se tornarem cada dia mais digitais. Por isso, a cada assinatura Premium, doamos uma licença para uma instituição cultural parceira, para catalogar o acervo e possibilitar a gestão em cloud.

 
Quer ser um museu parceiro? Fale com marketing@faaro.com.br

Quer assinar seu plano e colaborar com uma instituição? Fale com faaro@faaro.com.br

Por Flex Up

Recentes

08/06/2021

15 MUSEUS PARA VISITAR SEM SAIR DE CASA